10.4.09

Verdade ou Invenção?

Jesus Cristo

Jamais existiu no mundo alguém, cujo nome tanto se tenha feito ao longo dos séculos: desde o grandioso ao horrível, desde o bom ao mau. Ele provocou mais do que ninguém, as maiores transformações verificadas: não só conversões, curas, libertações, como guerras, conquistas e destruições.

Jesus da Nazaré é um homem em que pouco ou nada sabemos da sua vida. Poderá mesmo ter existido, mas não ter tido na altura, um impacto que hoje atribuimos. Tudo quanto nos é relatado acerca da sua pessoa provém de épocas posteriores e resume-se a muito pouco. Não se conhece qualquer documento comprovativo, que os historiadores nos apresentem, e não consideram Jesus Cristo como uma figura histórica.

Existem os famosos manuscritos do Mar Morto, encontrados nas ruínas do mosteiro de Qumran, fornecendo-nos então mais informações acerca de factos espantosos e até difíceis de acreditar. Segundo esses documentos, muitas centenas de anos antes de Jesus, os Essénios veneravam já um pregador peregrino que se denominava "mestre da caridade" e propagava uma doutrina de amor ao próximo, de paz e de redenção.

Será que existiram ainda outros percursores (neste caso, mais próximos e ainda desconhecidos) para além dos anunciados pelos profetas hebreus?

No que respeita a Jesus de Nazaré somos obrigados a seguir o que nos dizem os Evangelhos. Jesus, foi desde o início, não apenas o homem que viveu há muitos anos na Galileia e anunciou uma doutrina de salvação. É por isso irrelevante a existência ou a inexistência de provas históricas da sua vida, uma vez que o factor importante foi ter-se acreditado que existiu.

Ressurreição!?
Impossível alguém ressuscitar! Só pode estar a falar-se no campo simbólico! Aliás como quase tudo na Bíblia!

Jesus foi dado à luz por Maria, nove meses depois do acto sexual com um homem, como é normal nos seres humanos!
Lumenamena

19 comentários:

Anónimo disse...

Como podes dizer uma coisa assim??!! Tudo bem tens o teu ponto de vista como qualquer ser.... abraços

A Flor do Sul disse...

Não importa se existiu ou não: o mito, sendo ou não só mito, certamnte ensina muita coisa, e deve ser útil prara muita gente, para o bem ou para o mal...
Boa páscoa!

lumenamena disse...

É pena ser usado para o mal!
Jesus Cristo viveu numa época em que as terríveis perseguições em torno dos seus ensinamentos, duraram até à era de Dioclesiano, decretadas em 303 d.C., onde foram julgados, queimados ou lançados às feras dezenas de milhares de cristãos. Estes acontecimentos tiveram também razões políticas.

Boa Páscoa!

lumenamena disse...

Sr. Anónimo, o que o incomoda?

Será o pouco ou nada do que sabemos da vida de Jesus Cristo?

Será depois de ser crucificado, ressuscitasse ao terceiro dia?

Ou, será Maria ter dado à luz um Ser, após nove meses depois do acto sexual?

São muitos anos de debates em que faltam indícios e factos da Sua Vida, como a própria Igreja, não nos dá a conhecer, a sua juventude, educação e também de seus familiares. E o que chegou (ou parece ter chegado!) até nós é controverso, não pode ter acontecido dessa forma e carece até, com frequência, de verosimilhança.

A história magnífica de Jesus Cristo, usam-na para controlar o "rebanho".

Boa Páscoa!

A Flor do Sul disse...

É verdade. Quando Marx disse que a religiõ é o ópio das massas, disse uma verdade, mas isso não ignifica que ela precisa mesmo sê-lo.
Como com tudo o mais que há na vida, a religião pode ser usada para o correto ( que no caso seria proporcionar felicidade, união e paz de espírito às pessoas), ou para o incorreto... iso depende muito dequem faz uso dela.

Como está a ser o Feriado aí em Portugal?
Saudações do Brasil.
Au revoir.

Fausto Sotam disse...

Cristos há muitos, a ressurreição é meramente simbólica, a igreja tem sido uma máfia ao longo dos séculos, e como tal a Biblia, é um livro completamente manipulado. Cristo para mim é apenas um estereotipo do homem, ou uma imagem a que todos deviam aspirar, mesmo não sendo cristão. Tal como outros estereótipos de outras culturas todos eles pretendem ser perfeitos sem mácula.Para mim nunca iremos descobrir a verdade, mas que interessa ela se já somos perfeitos.

lumenamena disse...

Nem mais Fausto!
Tal como dizes a verdade não nos vei ser descoberta, mas servirá de tema constante no mundo ocidental.

Um abraço!

lumenamena disse...

Hakim, possamos todos nós fazer o uso da religião da melhor forma, proprocionar-mos paz de espírito, felicidade e amor ao próximo, como ensinamentos de Cristo.
O Feriado em Portugal está muito calmo!

Um abraço!

Anónimo disse...

Pois bem, se ainda me lembro a vida de Maria foi muito pacata segundo a Biblia vindo de uma família humilde tendo sido escolhida para gerar o Salvador. Nada me incomodará desde que respeitem ou......saibam interpretar a BIBLIA Abraços

lumenamena disse...

Por respeito a Jesus Cristo e pela interpretação que faço, encontro nele uma personagem muito mais interessante do que descrito na Bíblia. Como uma pessoa que foi gerada normalmente, que nasceu normalmente, e viveu normalmente até à data em que descobriu algo magnífico, tão actual na época como hoje. Ele foi um herói, o meu herói! fez frente a um império terrível com máxima pujança de conquistas e ditadura.
Com uma ideia revolucionária que, sim aceito, salvou muitas pessoas de uma vida triste e humilhante, infringida por esse império tenebroso, ao qual ele fez frente. Indicou-lhes um caminho, mas com o seu mérito e o seu sacrifício, com ensinamentos tão profundos e válidos na época como hoje!
Esta é a interpretação que eu faço da Bíblia, o resto é tudo simbólico e redundante, (Salvador escolhido, Virgem Maria, enviado de Deus, ressuscitação etc. etc).
Eu prefiro a visão consciente das coisas em vez dessa visão alienada!
Por outro lado, o uso que em vinte e um séculos têm feito, religiões, igrejas, seitas e tudo o mais que em nome de Deus deturpam a beleza máxima dos ensinamentos de Cristo, não me interessam para nada! fico triste por observar que muitas vezes esse uso até é contraditório àquilo que Cristo nos ensinou.
Nem tão pouco me interessa se a história é toda verdadeira ou inventada, ou parcialmente uma coisa ou outra.
Interessa-me somente a pureza da mensagem de Cristo.
Mandar para o lixo a farsa e os dogmas e alcançar essa pureza.

Anónimo disse...

A pureza da mensagem de Cristo vem precisamente do que nos foi transmitido e esse ensinamento foi tirado de uma historia que quase de prepósito está escrita no livro Sagrado ou seja a Biblia os ditos dogmas são os chamados, hoje (""), a nova interpretração que tentam fazer ou passar á nova geração.....

lumenamena disse...

É inegável que os ensinamentos de Cristo estão exclusivamente escritos na Bíblia. O que é curioso é que não haja vestígios históricos e arqueólógicos que corroborem a totalidade da história, como já referi no artigo e comentários, como também não é relevante, repito, essa confirmação. O que importa mesmo acima de tudo é a personagem central da história: Cristo e os seus ensinamentos! É sobre essa personagem e o entendimento que tenho dele, que o meu artigo está centrado.
"quase de propósito"?!?! Para quem acaba de dizer que é um livro sagrado tem que esclarecer qual é a sua dúvida nesse aspecto.
Pelo que diz, aceita que há dogmas! Explique quem pensa que está a transmitir esses dogmas, que não seja o próprio clero e um sistema de ensino só aparentemente laico (eliminação do questionamento), e com base em que livro, que não o livro sagrado.
Penso também que esses dogmas não são de hoje! Sempre existiram desde o primeiro dia e, falo de qualquer religião.

Valdemir Reis disse...

Olá Lumenamena que maravilhoso é voltar neste espaço! Parabéns pelo excelente trabalho que desenvolve; sempre recheado de inteligência, beleza, e originalidade. Fantástica sua publicação “Jesus Cristo “, ótima e harmônica construção, uma bela contribuição. Feliz e honrado por sua amizade. Por tudo isto continuo acreditando; aquele que caminha sozinho pode até chegar mais rápido... Porém quem segue acompanhado de um amigo com certeza vai mais longe... Quem encontrou um amigo, encontrou um tesouro... Deixo aqui todo o meu especial carinho, minha especial atenção e obrigadoooo mesmo de coração por nos seguir. “A amizade é como as estrelas. Não às vemos toda hora, mas sabemos que existem.” (Marina de A. C.) Aguardando por sua visita! Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Felicidades. Votos de uma semana recheada de sucesso extensivo aos familiares, muita paz, saúde, muito brilho, bênçãos, proteção e alegria. Fique com Deus. Um abraço fraterno.
Valdemir Reis

Toni disse...

Independentemente de tudo o resto, há uma mensagem universal transversal a todas as religiões: Tolerância, Amor, Espirito de Sacrifício, Altruísmo.
Ou seja, tudo aquilo que tanto se apregoa e que quase ninguém pratica.

Sun disse...

Sabes, independentemente daquilo que cada um de nós crê, penso que o que interessa realmente não é se Jesus ressuscitou, ou se Maria deu a luz ou não ao seu filho...O que interessa realmente, é a história fantástica e toda a utopia que está envolvida nas histórias que a bíblia narra. Se pensares bem, a crença em Jesus e num Ser superior ao homem, é uma das poucas coisas que une a Humanidade, é uma das poucas coisas que ainda trás fé e força a muita gente. Para quê querermos dismistificar algo tão belo? Dizer aos crentes que Jesus não ressuscitou, é o mesmo que dizer a uma criança de 4 anos que o pai natal não existe.. E o que se ganha com isso? Nada. Se da verdade crua não sairá nada nada de satisfatório, deixemos aqueles que acreditam, acreditarem no que quiserem, em um, dois, três deuses....deixemos que acreditem que Jesus ressuscitou, que o mundo irá acabar amanhã, deixe-mo-los com as suas crenças e superstições!
Não se perde nada deixar as pessoas sonharem, muito pelo contrário.


um beijo

Edson Carmo disse...

Lumena,

Todos gostam de falar de um Jesus histórico. Todos procuram por um Jesus fabricado pelas religiões. Vejo Jesus como o exemplo, a manifestação do Amor, do Perdão, da Misericórdia, da Compaixão...

O que o Jesus histórico pode fazer por mim? O que um produto da religião, uma fabricação de homens pode realizar em meu interior? Para mim Jesus é O Caminho, A Verdade, A Vida – esse é todo o movimento que preciso para a libertação e também a Salvação.

Assim minha experiência é com o Amor, com a Verdade e com a Vida. Jesus é um outro nome para essas experiências.

Ninguém pode falar do que não conhece, mas quem conhece pode testemunhar. Quem pode relatar sobre o que nunca viu?

Jesus disse: Eu sou a Luz do mundo, mas ele não estava falando do seu cabelo, dos seus olhos, do seu nome, da sua nacionalidade... ele estava falando do seu Amor, dos seus Ensinamentos.

Osculo no teu coração.

Edson Carmo

Lumenamena disse...

Edson Carmo,

De acordo com o teu comentário.

Jesus Cristo, propagava uma doutrina de amor ao próximo, de paz e de redenção.

Abraços,
Lumena

Edson Carmo disse...

É o que importa!

Se Ele andou por cima d’água, que isso tem de miraculoso?! O homem senta nas águas através das embarcações. Se ele levitou, o que há de tão miraculoso nisto? O homem foi a lua! O grande milagre de Jesus e o coração inigualável – o que pudemos alcançar se no caminho dEle andarmos. Nada material é de fato um milagre. O verdadeiro milagre é sempre espiritual.

Um bem haja!

Edson Carmo

Lumenamena disse...

Edson Carmo,

Sim, o que importa mesmo!
É por isso irrelevante a existência ou a inexistência de provas históricas da sua vida. O mais importante é que nos transmitiu Amor e Paz nos nossos corações.

Obrigada, mais uma vez, pelo excelente comentário.

Um Bem Haja,
Lumena